sexta-feira, 23 de abril de 2010

Maior mamífero aquático da Amazônia é ícone do INPA na preservação da vida animal



























































































Os cientistas do Laboratório de Mamíferos Aquáticos – LMA do Instituto de Pesquisas da Amazônia - Inpa (situado na cidade de Manaus, Amazonas) iniciaram, em 1974, os estudos sobre a biologia e conservação do peixe-boi da Amazônia (Trichechus inunguis). Mais de 80 filhotes de peixes-bois, cujas mães foram vítimas da caça ilegal, já foram reabilitados com sucesso pelo Inpa, que atua em parceria com a organização não governamental Associação Amigos do Peixe-boi – Ampa.
Atualmente, o LMA/Inpa abriga 45 exemplares da espécie. Desses são 8 adultos, 6 sub-adultos, 20 jovens e 11 filhotes. Esses animais já são considerados pela União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais – IUCN espécies vulneráveis a extinção

Um comentário: